Postagens mais visitadas

DEPUTADO ANTONIO HENRIQUE JÚNIOR VISITA OBRAS DO HEMOBA E UPA DE BARREIRAS

O deputado Antonio Henrique Júnior e a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde/Oeste, Suzete Dias, visitaram nesta quarta-feira (11) as obras de dois importantes equipamentos para a saúde pública de Barreiras e região: a construção de uma unidade da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) e a retomada das obras da Unidade de Pronto Atendimento, no bairro Santa Luzia, em Barreiras.

Durante a visita, o deputado e a coordenadora conferiram o andamento das obras físicas e avaliaram a estrutura dos locais. “Essas duas demandas são prioritárias para Barreiras e região, o que me levou a estabelecer como prioridades do meu mandato. Indiquei ao governador, me reuni com o secretário e cobrei entendendo que a população local precisa disso”, afirmou o parlamentar.

O Hemoba está em fase de acabamento da obra. Em 60 dias, no máximo, será entregue à comunidade como uma unidade de referência no interior da Bahia. O prédio irá abrigar também o NRS/Oeste. Já a UPA/Santa Luzia, cuja obra foi autorizada em 2008, e nos últimos anos ficou paralisada, agora está sendo retomada. A estrutura contará com leitos, sala de espera, raio X, consultórios, centro cirúrgico, salas de curativo, de eletroencefalograma e necrotério. A unidade funcionará 24h por dia e estará apta a atender a 300 pessoas diariamente. A obra, prevista para ser concluída em março de 2018, está orçada em R$ 3,9 milhões.

Assessoria de Comunicação
Deputado Estadual Antonio Henrique Júnior (PP)





Continue lendo...
   

Relatório apresentado em audiência pública, aponta que São Desidério cumpre Metas Orçamentárias estabelecidas pela Lei de Responsabilidade Fiscal

Atendendo a Lei de Responsabilidade Fiscal e com o objetivo de promover a participação e controle popular da administração com transparência dos investimentos públicos, o Governo Municipal realizou uma audiência pública para Prestação de Contas do Executivo do 2º quadrimestre de 2017 na manhã dessa quarta-feira, 11, na Câmara Legislativa de São Desidério. A assembleia contou com a presença do vice-prefeito Zé Barbosa, do presidente da câmara, Marusan Lima, vereadores, servidores públicos e população em geral.

A apresentação dos demonstrativos da Execução Orçamentária e a avaliação e demonstração de cumprimentos de metas fiscais foram apresentadas pelo Departamento de Contabilidade e Controladoria Interna da Prefeitura Municipal. “Os números apurados na Execução Orçamentária deste 2º quadrimestre apontam para o cumprimento de metas estabelecidas, e a consequente manutenção fiscal do município evidenciam, portanto, pelo comportamento da receita e despesa, o cumprimento dos índices determinados pela Constituição Federal e das metas da Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou a contadora do município, Ávila Izadora.

Nesta Audiência Pública foram apresentados os principais aspectos do Resultado Primário, Resultado Nominal, da Receita, das Despesas e da Dívida Consolidada, no 2° Quadrimestre de 2017. “É muito importante a presença da população, porque esse é o momento de demonstrar e avaliar a aplicação dos recursos do município, onde está sendo feito com muita transparência e responsabilidade” disse o vice-prefeito Zé Barbosa.

“Os índices constitucionais delimitam um limite com despesas com pessoal de 54% e hoje estamos com 42%, ou seja, abaixo do índice, isto por que desde o início da gestão entendemos o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, pois as contratações e nomeações foram feitas para que realmente atendesse a oferta de serviços públicos, e foram necessárias, são cargos que para profissionais que realmente trabalham, cumprem obrigações, por isto conseguimos enxugar a folha salarial. Investimos além do que determina a lei,  na saúde e educação e mesmo assim ainda estamos com saldo positivo, pois trabalhamos com planejamento e estamos alcançando as metas”, aponta o secretário de Administração, João Antônio Linhares.

Para a coordenadora de Controle Interno, Gelvania de Araújo, a audiência pública representa uma forma de participação e de controle popular da administração pública. “Ela propicia a troca de informações com o administrador, é também uma forma de exercer a cidadania e o respeito ao princípio da transparência”, frisou.

 Texto: Diego Souza
Fotos: Rodney Martins







 
Continue lendo...
   

Novos partidos, velhos métodos

Desde que a Lei dos Partidos Políticos, de 1995, acabou com a obrigatoriedade de constar a palavra partido no nome das agremiações (um resquício da ditadura), somente em 2007 o PFL decidiu virar Democratas. Hoje, das 35 legendas registradas na Justiça Eleitoral, temos, além do DEM, Solidariedade, Rede Sustentabilidade e, mais recentemente, Avante (ex-PTdoB) e Podemos (ex-PTN). E outras mudanças de nome estão a caminho, mas que sempre começam —e acabam ficando— na troca de nomenclatura.

É certo que o eleitor brasileiro há muito já não vota em partido. Mas este movimento que adquiriu força em 2013 a partir da negação da política pela sociedade, provocada pela crise de representatividade que atravessamos, se acentuou nas eleições municipais passadas, com os escândalos de corrupção atingindo as principais siglas. Não à toa tivemos cada vez mais candidatos ocultando suas representações, e outsiders da política sendo eleitos.
A confiança nos partidos foi abaixo. Eles aparecem em último lugar no ranking de prestígio das instituições brasileiras feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). No entanto, é consenso na ciência política que, sem eles, não existe democracia representativa.

Fonte: Folha de S.Paulo
Continue lendo...
   

Vereador de Bom Jesus da Lapa dispara: “A BA 160 é a maior vergonha do meu governo”

O sofrimento é rotina diária para moradores de comunidades remanescentes de quilombos às margens da BA 160, que se deslocam para as cidades de Bom Jesus da Lapa ou para Malhada. A estrada que deveria ser elo de ligação, se transformou no simbolo do abandono e da exclusão, pois não existe trafegabilidade.

Moradores questionam “quais são as reais prioridades do governo para o povo negro?” e afirmar que “o reconhecimento da cultura é nulo se não há reconhecimento de direitos, principalmente o direito de ir e vir”.

Na sessão da câmara de vereadores desta quinta-feira(5), em Bom Jesus da Lapa, o vereador Romeu Thessing (PCdoB) fez duras críticas ao Governo da Bahia, Rui Costa, diante da situação de abandono que se encontra a BA 160. “A BA 160 é a maior vergonha do meu governo, meu governo, o governo do PT, em deixar quatro mil e poucas famílias nessa situação”.

Essa é a segunda vez no ano que vereadores da base de apoio de Rui Costa cobram uma solução para esta estrada que fica localizada proximo a território quilombolas e liga Bom Jesus da Lapa à cidade de Malhada.

No mês de junho o vereador Davi Arcanjo (PT) apresentou um requerimento pedindo, de forma emergencial, o patrolamento. Na época vários vereadores citaram diversos acidentes e mortes nos 12 anos da BA 160, em função das péssimas condições da estrada.

Há época o vereador Leonel (PCdoB) afirmou: “Doze anos de governo do PT, essa região toda a vida, 100% votou no PT, é uma ingratidão. A pior estrada existe no Brasil, é a estrada que liga Bom Jesus da Lapa a cidade de Malhada, nós temos que tomar providência se o governador não faz”, disse.

Na última visita que Rui Costa fez no município de Paratinga nossa equipe do Notícias da Lapa entrevistou o governador, e perguntou sobre o assunto.

 Pergunta: “Governador, qual a posição do Sr. sobre a recuperação da BA 160 que liga as cidades de Bom Jesus da Lapa a Malhada, região formada por diversas comunidades quilombolas, mas que está abandonada e intrafegável?”

O governador Rui Costa respondeu: “Nós iremos recuperar a BA 160. Até o final do ano nos faremos a licitação para recuperação dessa estrada”.

Na sua última visita em Bom Jesus da Lapa, realizada no dia 28 de setembro, onde inaugurou o Complexo Solar Lapa, por meio de um pedido do vereador Davi Arcanjo, Rui afirmou que iria cascalhar a BA 160.

Diante de mais uma afirmativa do Governador, caberá agora aos representantes do Executivo e Legislativo dessa região, prefeitos, vereadores e deputados, mobilizarem-se para que seja confirmada a recuperação da BA 160.

A BA 160 começa em Ibotirama e termina em Malhada, sendo a principal estrada que liga Bom Jesus da Lapa a dezenove comunidades, a maioria delas quilombola, onde está localizada uma das primeiras comunidades quilombolas reconhecidas no Brasil, Rio das Rãs.

A respectiva estrada foi inaugurada em 1990 e liga os municípios de Malhada a Bom Jesus da Lapa. Na época a intenção era escoar a produção do projeto Formoso em Bom Jesus da Lapa, inclusive, a estrada era um importante elo para o Norte de Minas Gerais. Com o tempo, foi esquecida, sendo considerada oficialmente pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) por diversas vezes como uma das piores do Brasil, mesmo assim o governo estadual não se mobilizou para recuperar esta importante via que dá acesso a essas comunidades.
Continue lendo...
   

​Sítio do Mato celebra a tradições culturais no 1ª Festival de Cultura

Cerca de 15 escolas participaram das atividades do 1º Festival de Cultura, na última sexta-feira (6), em Sítio do Mato.  O projeto, de iniciativa da Secretaria da Educação e Cultura (SEMEC) e do Núcleo de Coordenadores contou com o apoio da Prefeitura Municipal e levou à quadra da Praça Luís Eduardo Magalhães toda a magia que só a arte pode proporcionar.
O festival é fruto de atividades artístico-culturais desenvolvidas nas escolas do município, através de pesquisas de campo que tinham como finalidade resgatar a cultura local e regional. A mostra pública buscou expandir para toda a população os resultados obtidos em sala de aula. “O objetivo era resgatar a cultura que por hora estava adormecida e inserir os
pais e a comunidade no contexto escolar”, explicou o Secretário Adjunto da Educação Jailton Silva.
O 1º Festival de Cultura de Sítio do Mato mostrou ao público a diversidade cultural das tradições da cidade e da região através de danças, apresentações musicais, rodas de capoeira e expressões como o maculelê e a roda de São Gonçalo. Em nota, o prefeito Alfredinho Magalhães parabenizou o trabalho realizado pela SEMEC e reconheceu a importância de inciativas como esta. “Sítio do Mato é uma cidade atípica, e cada localidade tem a sua expressão cultural e a sua crença. Isso muito me orgulha; eu tenho respeito pela diversidade”, disse o prefeito.
bomjesusdalapanoticias.com.br




Continue lendo...
   
Email: modestoinf@hotmail.com

NÃO A TODO TIPO DE PRECONCEITO