IBAMA EMBARGA OBRAS DA FERROVIA OESTE-LESTE

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) decidiu embargar as obras da Ferrovia Oeste-Leste nos lotes de 1 a 4, que compreendem o trecho entre as cidades de Ilhéus, Jequié, Brumado, Tanhaçu e Caetité. O órgão ambiental realizou uma vistoria nas obras nesta segunda-feira (18) e, segundo a assessoria, em resposta ao Bahia Notícias, foram encontradas “diversas irregularidades”. A superintendência do Ibama na Bahia não confirma o embargo nem informa quais foram as falhas verificadas, porque ainda não teria recebido cópia do relatório dos fiscais que realizaram a inspeção – como se trata de um empreendimento federal, agentes de Brasília foram verificar o andamento dos trabalhos. Entretanto, o superintendente regional da Valec, empresa vinculada ao Ministério dos Transportes, em Brumado, Natalino do Bem, em entrevista ao site Brumado Notícias, confirmou o embargo: “Realmente as obras estão suspensas dos lotes 1 ao 4. Ontem, recebemos um ofício do Ibama e fomos pegos de surpresa, ao saber que as obras estavam suspensas”. O dirigente afirmou ainda que a empresa apresentará ainda nesta terça-feira (19), na capital federal, uma defesa para tentar retomar as obras.