Lilith foi a primeira mulher da história, uma mentira da igreja católica?

Ao longo do tempo muitas coisas foram descobertas, sobre como a igreja católica escolheu e moldou a Bíblia a seu gosto, tirando muitos evangélicos da Bíblia, e também tirando partes importantíssimas de textos colocados, na mesma, um desses textos foi o texto de Gênesis, onde é  contada a história de como Deus criou o mundo e é perceptível a descontinuidade do evangélico, parecendo que falta partes.

Partes essas, que a igreja tirou porque achou mais conveniente e mais adequado para a época, mas a desculpa que eles usaram é de que na criação das partes retiradas o autor não estava sobre inspiração divina.

No alfabeto Ben-sirá o mesmo possui uma rara menção a Lilith, nele fala que muito antes da criação de Eva, Lilith havia sido criada da poeira, igual Adão, mas Lilith se negou a deitar-se por cima de Adão, durante o sexo, por isso ela resolveu abandonar o jardim do éden, deixando Adão novamente sozinho, teria sido porque a mesma não foi mencionada no Gênesis, pois seu modo de agir ia muito além do seu tempo e feria todas as regras que existiam, de que a mulher tem que ser submissa ao homem.

Lilith, em vários textos é constantemente relacionada aos termos serpentina e alada, vendo isso, podemos considerar que a serpente que é citada no Gênesis, não era uma cobra literalmente, mas sim uma mulher que ensinou os prazeres da carne a Eva, pois na maior parte das interpretações o fruto proibido nada mais é, do que o conhecimento dos prazeres da carne.

Lendas contam que quando Lilith deixou o éden, a mesma se casou com um demônio chamado Samael, que a ensinou todos os prazeres da carne, depois de aprender sobre esse prazeres, Eva foi até Adão e queria que o mesmo a satisfizesse, desespero por não fazer ideia do que Eva estava falando, Adão se isolou, então Samael ofereceu o mesmo conhecimento que Eva tinha a mais para Adão, depois desse conhecimento Adão e Eva teriam sido expulsos do éden

E você acredita que Eva não foi a primeira mulher? Acredita que essa foi mais uma mentira da igreja católica?
Fonte: Hora do Pensador